Apoio à transição digital das PME Norte

Descubra como acelerar o seu negócio

Confederação do comércio e serviçoes de Portugal logo em branco.
Associação Empresarial de Portugal logo em branco.
AHRESP logo.
Associação de economia digital logo em branco.

Digitalizar negócios, Crescer a economia

O projeto ACELERAR O NORTE nasce para apoiar os empresários do comércio, dos serviços e da restauração e similares do Norte de Portugal a capacitar os seus negócios para a economia digital, aumentando a competitividade do tecido económico local e projetando o Norte em direção ao futuro digital.

Empresária de avental no interior de uma coffee shop.
Acelerar o Norte ícone com triângulos.

Iniciativas

Para acelerar a jornada digital da sua empresa, vamos disponibilizar:

Ferramentas para avaliar o nível de maturidade digital do seu negócio.
Apoio na elaboração de Planos de Transição Digital.
Vouchers até 2.000€ para acesso a Serviços de Transição Digital (via Catálogo de Serviços para a Transição Digital).

Apoio e Acompanhamento.

Sessões de informação, Workshops e Conteúdos de Capacitação.

Beneficiários

Empresas com diferentes níveis de maturidade digital, que pretendam iniciar ou melhorar a sua estratégia digital e que reúnam os seguintes critérios de elegibilidade:

Ser uma PME do comércio, serviços pessoais, restauração e similares da região Norte de Portugal.

Ter atividade principal enquadrável nos CAEs: 45, 46, 47, 56, 79, 95, 96

Duas personas a discutir ideias num computador.

Aceleradoras

16 Aceleradoras de Comércio Digital, localizadas nas 8 sub-regiões do Norte do país (Alto Minho, Cávado, Ave, Alto Tâmega, Área Metropolitana do Porto, Tâmega e Sousa, Douro e Trás-os-Montes), para ajudar a tornar o seu negócio mais digital.
Mapa 8 sub-regioes Norte de Portugal
Alto Minho
Cávado
Ave
Tâmega e Sousa
Alto Tâmega
Douro
Trás-os-Montes
Área Metropolitana do Porto

Indicadores

Conheça o perfil de transição digital das PME Norte e acompanhe a sua evolução ao longo do projeto.

Empresas com Presença Digital

Referencial

64%

Objetivo

80%

Empresas com Estratégia de Marketing Digital

53%

75%

Empresas com Canais de Venda Online

34%

50%

(Fonte: Acelerar o Norte – % de empresas inquiridas em diagnóstico preliminar)

Gostaria de saber mais sobre os últimos eventos?

Questões Frequentes

O Acelerar o Norte é um projeto de apoio à transição digital das micro, pequenas e médias empresas das 8 sub-regiões do Norte de Portugal (Alto Minho, Cávado, Ave, Alto Tâmega, Área Metropolitana do Porto, Tâmega e Sousa, Douro e Trás os Montes), dirigido aos setores do comércio, da restauração e similares e dos serviços pessoais. A iniciativa é desenvolvida em Consórcio liderado pela CCP e copromovida em parceria com a AEP, AHRESP e ACEPI, tendo como objetivo criar 16 Aceleradoras de Comércio Digital na região.

O Acelerar o Norte é um projeto financiado pela União Europeia no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e NexGenerationEU, enquadrado na medida Aceleradoras de Comércio Digital, que integra o investimento 02 – Transição Digital das Empresas da componente 16 – Empresas 4.0 do PRR. Saber mais aqui.

As Aceleradoras de Comércio Digital são estruturas organizacionais, com presença física no território, que têm como missão apoiar os comerciantes e empresários na adoção de modelos de negócio e ferramentas digitais.

O projeto Acelerar o Norte conta com 16 Aceleradoras de Comércio Digital, criadas em parceria com o tecido associativo e empresarial da região Norte e distribuídas localmente.

 

Através da nossa rede de Aceleradoras e dos seus técnicos, vamos disponibilizar ferramentas gratuitas para fazer o diagnóstico de maturidade digital do seu negócio, apoiar a elaboração de planos de transição digital, facilitar o acesso a vouchers para a contratação de serviços digitais e promover eventos e conteúdos de capacitação para o digital.

São elegíveis para apoio no âmbito do projeto Acelerar o Norte, as micro, pequenas ou médias empresas do comércio,  serviços pessoais e restauração e similares, com sede na região Norte de Portugal (NUTS III) e atividade enquadrada nos seguintes CAEs: 45, 46, 47, 56, 79, 95, 96.

 

Os beneficiários do projeto devem ainda cumprir os seguintes critérios: 

 

  • Ter a situação regularizada perante a Autoridade Tributária e a Segurança Social.
  • Ter a situação regularizada em matéria de reposições, no âmbito de Fundos Europeus e Nacionais.
  • Ter Certificado PME (exclui ENI).

 

Todas as empresas que não se enquadrem nesta tipologia não são elegíveis para apoio direto, mas poderão contactar as 16 Aceleradoras do projeto para aceder a informações, inscrever-se em eventos e aceder a conteúdos e iniciativas de capacitação no âmbito do projeto.

A categoria PME é constituída por empresas que empregam menos de 250 pessoas e cujo volume de negócios anual não excede 50 milhões de euros ou cujo balanço total anual não excede 43 milhões de euros, incluindo:

  • Microempresas: menos de 10 efetivos e volume de negócios anual ou balanço total anual até 2 milhões de euros.
  • Pequenas empresas: até 50 efetivos e volume de negócios anual ou balanço anual não superior a 10 milhões de euros.
  • Médias empresas: até 250 efetivos e volume de negócios anual até 50 milhões de euros ou balanço anual não superior a 43 milhões de euros.

 

Se precisar de certificar a sua empresa com estatuto PME, visite o site do IAPMEI (www.iapmei.pt).

Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no site concorda com a Política de Cookies da ACELERAR O NORTE. View more
Cookies settings
Accept
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active
Save settings

Preencher este formulário é o primeiro passo para acelerar a transformação digital da sua PME.

Obrigado pelo seu pedido de adesão!

Em breve será contactado por uma Aceleradora próxima da sua empresa.